145 aplicativos infectados. Saiba quais e desinstale o mais rápido possível

O Google anunciou que mandou remover da sua loja, a Play Store, 145 aplicativos infectados. Os usuários que tenham baixado esses apps também devem exclui-los, já que eles possuem arquivos que podem atacar computadores com sistema Windows, se o celular com o app fosse conectado a eles….

A ameaça foi descoberta pela empresa Palo Alto Networks, que avisou a Google. Após o alerta, o material foi retirado da Play Store.

Segundo o Google, os aplicativos continham arquivos executáveis maliciosos que pode ter acesso a dados sigilosos do celular.

Estes arquivos maliciosos são inúteis no Android, então se você baixou algum dos aplicativos, e os usou apenas no Android, você está seguro.

Mas quando o aparelho com o Android é conectado a um PC com Windows (por exemplo, para baixar arquivos ou colocar o celular para carregar), um malware do tipo “keylogger” poderia espionar usuários, guardando as teclas acionadas no teclado para ganhar acesso a senhas e números de cartão de crédito, entre outros dados pessoais….

Alguns dos aplicativos já tinham sido baixados centenas de vezes e estavam avaliados com quatro estrelas. Eles foram lançados entre outubro e novembro de 2017. Entre os infectados, havia apps aparentemente inofensivos, como um usado para desenhar roupas ou outro que tinha com dicas de ginástica, por exemplo.

Confira abaixo alguns aplicativos para Android indicados pelos pesquisadores que devem ser removidos dos seu celular.

Baby Room
Moto Trail
Tatoo Name
Car garage
Japanese Garcen
Koi fish
House Terrace
Skirt Design
Yoga Meditation
Shoe Rack
Unique T-shirt
Mens Shoes
TV Ruang Tamu
idea Glasses
Fashion Muslin
Bracelet
Clothing Drawing
Nail Art
Ice Cream Stick
Roof
Children Clothes
Home Celling
Pola Baju
Living room
Booksheif
Bookshelf
Knitted Baby
Hair Paint
Wall Decoration
Painting Mahend
Bodybuilder
couple shirts
Unique Graffiti
Paper Flower
Night gown
Wardrobe
Dining table
Gymnastics
Use Child
Window Design
Hijab StyLe
Wing Chun
Fencing Technique

Fonte – Tecnologia UOL

Deixe uma resposta