‘A Lava Jato é uma história de persistência’, diz Moro em Salvador

O juiz federal Sérgio Moro comentou os avanços e as conquistas da Operação Lava Jato durante um evento na manhã de hoje (23) no UCI Orient do Shopping Barra, promovido pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF).

Em palestra, o magistrado afirmou esperar que a investigação de esquemas de corrupção tenha encontrado na operação uma espécie de lição.

“A Lava Jato, uma história de grande corrupção, é uma história de persistência. Porque várias das pessoas envolvidas também estiveram juntas na investigação do caso Banestado. Houve uma persistência de algumas pessoas em relação àquela investigação. Hoje ouço que o caso Banestado fracassou, que se protegeram políticos e casos de corrupção. Nada mais falso. Não se pode dizer que foi um insucesso, foi o sucesso possível para a época”, declarou Moro.

O juiz ainda citou que já foram julgados 43 processos em sua instância, em Curitiba, na Lava Jato, com mais 78 ações penais em curso. Moro lembrou que a Lava Jato descobriu o loteamento político na Petrobras e o esquema de corrupção na qual a estatal estava envolvida.

“Isso aconteceu durante anos, dezenas, centenas de vezes nos contratos da nossa principal estatal. Sempre tivemos a suspeita de que esse loteamento era utilizado para algo mais que a barganha política e o caso Lava Jato revela esse loteamento no seu aspecto mais perverso, a corrupção pura e simples, grande, sistemática e profunda. A corrupção como a regra do jogo”, declarou.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: