Adolescente de SP testa positivo para coronavírus, mas Ministério da Saúde não classifica como caso confirmado

O Ministério da Saúde informou na manhã desta quinta-feira (5) que a contraprova dos exames de coronavírus da adolescente de São Paulo realizado pelo Instituto Adolfo Lutz deram positivo, no entanto, o caso não é considerado como confirmado pois não preenche a definição para Covid-19, o que incluiria febre associado a mais um sintoma respiratório.

“Segundo critérios técnicos, embora tenha confirmado a presença do vírus, um portador assintomático não cumpre a definição de caso, o que incluiria febre associado a mais um sintoma respiratório. Portanto, esse não será somado aos casos confirmados do novo coronavírus”, diz a nota do Ministério da Saúde.

O G1 questionou a Organização Mundial da Saúde (OMS) se os casos assintomáticos de coronavírus devem ser classificados como confirmados e recebeu a seguinte resposta. “Toda pessoa com teste positivo para Covid-19 é considerado como um caso de Covid-19”, disse.

Na China, país epicentro da doença, casos assintomáticos de coronavírus também não entram na classificação de casos confirmados. Em 20 de fevereiro, a revista Nature publicou um artigo em que cientistas questionam a medida chinesa. O epidemiologista chefe do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças de Pequim, Wu Zunyou, afirmou à revista que “sempre exigiu que casos positivos não fossem contados como casos confirmados.” Segundo ele, “em vez disso, aqueles que são positivos são isolados por 14 dias e monitorados pelas autoridades de saúde. Se eles desenvolverem sintomas nesse período, serão classificados como um caso confirmado.”

Deixe uma resposta


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/brasilno/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757