Advogados do PT podem pedir suspeição de Fux no caso Lula, diz jornal

Advogados eleitorais do PT podem ingressar na Justiça questionando o presidente do TSE, Luiz Fux, por ter antecipado sua posição a favor da inelegibilidade do ex-presidente Lula. As informações são da colunista Andreza Matais, do “Estadão”.

Segundo o jornal, a discussão sobre a candidatura deve chegar ao Supremo e, provavelmente nesse momento, a defesa de Lula decidirá sobre um eventual pedido de suspeição por declarações de Fux que podem indicar um pré-julgamento.

Fux declarou em entrevistas, sem citar Lula nominalmente, que político ficha-suja não pode forçar candidatura e já afirmou nos autos que a inelegibilidade de Lula é “chapada”.

O mandato de Fux termina no dia 14 de agosto e quem conduzirá o caso é a ministra Rosa Weber.

Deixe uma resposta