Alckmin não sabe se ataca Haddad ou Bolsonaro para ir ao 2º turno

No início da semana, Geraldo Alckmin participou de um jantar oferecido por Gilberto Kassab (PSD-SP) e revelou aos convidados que sua equipe estava dividida sobre quem ele deveria atacar para ir ao segundo turno das eleições presidenciais: Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT)?

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, a maioria dos aliados sugeriu então que o candidato tucano mire no capitão reformado.

Depois da “enquete”, Alckmin disse aos presentes que é possível contrariar as pesquisas e que ele tem sim chances de ir ao segundo turno, dando como exemplo Aécio Neves, que estava atrás de Marina Silva em 2014 e acabou indo para a disputa final com Dilma Rousseff.

A meta de Geraldo Alckmin é crescer no mínimo 3% a fim de atrair votos úteis de quem é contra o PT e Bolsonaro.

Deixe uma resposta