André Lima cita abatimento entre os jogadores e mira superação na Série A

A fase do Vitória não é boa: nos últimos quatro jogos disputados, um empate e três derrotas – as três por goleada. Com o fim do primeiro turno, é momento de repensar para trilhar caminhos melhores no returno da Série A, que já começa na quinta-feira, contra o Flamengo, no Rio de Janeiro.

Entrevistado na Toca do Leão nesta segunda-feira, André Lima coloca em pauta uma luta contra o tempo. O Vitória precisa solucionar o abatimento psicológico do grupo e sair da crise o quanto antes.

– Nós temos que recuperar tudo, principalmente os pontos perdidos. Isso só vem com a vitória, com o trabalho. Todo um conjunto de fatores, que nos leva a isso. Temos que entender o quanto antes o que o Carpegiani quer nos passar, entender o modo dele de trabalhar e botar em prática. Temos que, o mais rápido possível, sair dessa situação. Estamos muito tristes, indignados com tudo que está acontecendo. Só mesmo pedir desculpa aos torcedores, ao presidente, a todos que estão aqui no clube. Dizer que nós jogadores vamos nos doar mais. Se o clube está nessa situação hoje, é culpa também dos jogadores. Nós que jogamos, nós que tentamos, dentro do campo, dar a vida pelo clube. Então temos que fazer algo a mais para que possamos tirar o Vitória dessa situação.

Além disso, para a recuperação, o jogador frisa uma mudança no clima interno do clube. Antes de procurar entender os problemas em campo, é necessário ajustar as peças no cotidiano entre os jogadores. O camisa 99 reconhece as falhas contra o Palmeiras, na última rodada, e pondera que os erros não podem se repetir na sequência do torneio.

– Eu, particularmente, costumo e não gosto muito de falar sobre o que o treinador fala. Acho que é uma coisa particular, que a gente tem que resolver internamente. Eu, quando estou fora de um jogo, assistindo de cima, eu consigo ver um jogo totalmente diferente de quando você está jogando ou no banco de reservas. Acho que apatia houve, houve um monte de outras coisas. Mas o mais importante, que a gente tem que frisar, é que o resultado, para a gente, não foi o que a gente queria. Nós temos que, de uma maneira ou de outra, tomar outra atitude, para que a gente possa voltar a vencer. Graças a Deus, temos jogo na quinta-feira, um jogo muito difícil, contra o Flamengo, na casa deles. O Flamengo também veio de uma derrota de 3 a 0. Então temos que… Não sei. Dar um jeito. Temos que ganhar. Não vejo outro resultado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: