Bolsonaro posta currículo para mostrar que indicação de amigo é técnica

Submetido a pressões após a Petrobrás  indicar um amigo seu à gerência de Inteligência e Segurança Corporativa da estatal, o presidente Jair Bolsonaro reagiu e foi às redes sociais a fim de provar o caráter técnico da indicação.

Para tal, ele publicou no Twitter o currículo do capitão da reserva Carlos Victor Guerra Nagem, dizendo que “a era do indicado sem capacitação técnica acabou” – poucos minutos depois, porém, o trecho foi apagado. “Apesar de brilhante currículo, setores da imprensa dizem que é apenas ‘amigo de Bolsonaro'”, prosseguiu.

Nagem entrou na Petrobras por concurso há 11 anos e, até então, não havia ocupado nenhum cargo comissionado. Sua indicação foi feita pela direção da estatal sob o argumento de que o novo gerente possui as qualificações necessárias para a vaga.

%d blogueiros gostam disto: