Imigração

Uma das principais discrepâncias entre a percepção dos entrevistados e a realidade ficou na questão imigratória. O Brasil teve a quarta maior diferença ao responder sobre qual a porcentagem da população seria composta por imigrantes.

A média de respostas dos brasileiros ficou em 30% da população, quando a realidade é que apenas 0,4% é composta por imigrantes. Apenas os moradores da Colômbia, África do Sul e Peru responderam com uma diferença maior entre percebido e real.

Outra grande discrepância veio em uma pergunta sobre a população de muçulmanos. Em média, os brasileiros entrevistados acreditam que 16% dos moradores do Brasil seguem o islamismo, quando na verdade o índice não chega a 1%.

Perfil mundial

A pesquisa foi feita com 28.115 pessoas nos 37 países, entre 28 de setembro e 26 de outubro deste ano. No Brasil, foram entrevistadas cerca de 1000 pessoas com idades entre 18 e 64 anos.

Segundo os organizadores, o perfil dos entrevistados no Brasil e em outros países não foi amplo o suficiente para produzir uma amostra que represente a população como o todo.

As pessoas que responderam eram, na maioria, de maior renda, educação e mais urbana que a maioria do povo.