Candidato ao governo de SP é vítima de ataque a tiros

O candidato ao governo de São Paulo Major Adriano da Costa e Silva (DC), 41, foi vítima de um ataque a tiros por volta das 22h desta quarta-feira (3) na estrada Cooperativa, altura do número 1, em Mauá, no ABC paulista.

O motorista dele, capitão Munhoz, foi baleado no peito, mas usava colete à prova de balas. Por meio de uma rede social, a assessoria afirmou que ele “se encontra fora de perigo” e com “leves escoriações”. O capitão também passa bem, segundo confirmou a Polícia Militar.

A PM disse que duas motocicletas, ocupadas cada uma por dois suspeitos, emparelharam com o carro do militar do Exército, um Chevrolet Prisma preto, e atiraram contra o interior do veículo. Por conta disso, o condutor perdeu o controle do carro, que caiu em uma ribanceira.

Segundo imagens, o carro teve o para-brisa trincado do lado esquerdo, por conta de um disparo, o capô foi arrancado com o impacto da queda e os airbags do veículo também foram acionados.

“O Major Costa e Silva e o Capitão Munhoz se encontram fora de perigo, sob proteção da polícia em um hospital, com leves escoriações. O major precisou efetuar disparos para a garantia de suas vidas, mas não atingiu os criminosos [que fugiram]”, diz trecho de informe divulgado nas redes sociais. Com informações da Folhapress.

Deixe uma resposta