Cid Gomes vai ao TSE contra uso de sua imagem em programa de Bolsonaro

Cid Gomes vai ao TSE contra uso de sua imagem em programa de Bolsonaro

 Depois de ter criticado o PT, durante ato pró-Haddad realizado no Ceará, na última segunda-feira (15), e de ter usado as redes sociais para explicar as declarações, ontem (16), o senador eleito Cid Gomes também decidiu recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o uso de sua imagem pela campanha de Jair Bolsonaro.

O candidato à Presidência pelo PSL mostrou o discurso do irmão de Ciro Gomes em seu programa eleitoral, que foi ao ar nesta terça-feira (16).

Para os advogados do senador eleito, Bolsonaro fez uso de “ardiloso artifício para tentar repassar à população fatos que não condizem com a realidade”. As informações são da coluna Painel, da Folha de São Paulo.

Além disso, segundo a defesa, a campanha do capitão reformado infringiu a lei eleitoral porque não poderia transmitir propaganda com a imagem de candidato que pertence a partido que declarou apoio a outro.

“A adoção desse tipo de publicidade, direcionando à classe menos informada ideia falsa, ou pelo menos incompleta, que poderá levar milhares de brasileiros à erro, tudo com o claro intuito de angariar, mesmo que de forma vil, o voto da população mais carente, deve ser reprovada!”, diz parte da peça.

Ainda há reclamação quanto à edição do material que, segundo os advogados de Gomes, cortou trechos do discurso em que ele faz elogios a Haddad. A campanha de Bolsonaro pretende repetir o material nesta quarta (17).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: