Diretor de cadeia atira em detento, que reage e pega a arma

Uma confusão foi registrada pelas câmeras de segurança da Unidade Prisional de Ceres, no Entorno do Distrito Federal. O diretor do local atirou quatro vezes com balas de borracha contra um dos presos, que acabou tomando a arma e reagindo. As informações são do G1.

Após pegar a arma, o detento foi imobilizado pelo diretor e recebeu diversos chutes do servidor. O preso recebeu atendimento médico e “responderá administrativa e criminalmente por sua conduta”, de acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

A DGAP esclareceu que os disparos eram “necessários” para evitar uma possível rebelião. Nas imagens, consegue-se ver que um grupo está reunido em uma cela quando uma discussão se inicia. Depois, o diretor entra armado e todos os presos se afastam, menos um. É aí que a confusão maior se inicia.

O órgão justificou, ainda de acordo com o G1, que “houve atos de desobediência e de resistência”. Por conta dessa maneira, “foi necessário o uso de arma menos que letal para contenção dos presos”. Explica também que considerou a conduta do diretor adequada uma vez que “as consequências poderiam ser drásticas para os servidores, que corriam risco de se tornarem reféns e de ter como consequência uma rebelião no local”.

Deixe uma resposta