Escola em Sorocaba tem urnas destruídas por vândalos: ‘Vão para o inferno’

Vândalos invadiram a Escola Estadual Humberto de Campos, em Sorocaba (SP), e depredaram 10 das 15 urnas eletrônicas que estavam prontas para o 2° turno das eleições, neste domingo (28). Em uma escola do Jardim Saira, toda a fiação elétrica foi cortada.

As equipes que chegaram pela manhã no Humberto de Campos encontraram várias salas reviradas e um bilhete com a frase: “Vão para o inferno”.

Conforme apurado pela TV TEM, os vândalos arrombaram salas, destruíram maçanetas, tiraram as urnas de lugar e até arrancaram os cabos de energia dos equipamentos.

 

Vândalos deixaram bilhete em escola estadual de Sorocaba  — Foto: Arquivo pessoal

Salas da 17ª seção da 271ª zona eleitoral de Sorocaba foram vandalizadas — Foto: Arquivo pessoal

O material usado pelos mesários, como pastas e papéis, também ficou espalhado nas salas da 17ª seção da 271ª zona eleitoral.

Na sexta-feira (26), as urnas foram levadas para a escola e, segundo a chefe de cartório Samara Ferreira de Oliveira, a última vistoria no local ocorreu no sábado (27) pela manhã.

A Polícia Militar foi acionada e as urnas começaram a ser trocadas antes das 8h.

O juiz eleitoral José Carlos Metroviche disse que a votação não atrasou e que os equipamentos vandalizados foram levados ao cartório eleitoral. A escola deve receber 3.654 eleitores.

O comandante da Guarda Civil Municipal, Marcos Mariano, informou que dois guardas passaram a noite fazendo a segurança na escola. Mas por volta das 21h viram um homem pulando o muro para fugir.

“Eles tentaram abordar o suspeito, que reagiu de maneira ameaçadora. Então atiraram, mas o homem não foi atingido, e fugiu correndo”, afirmou.

O caso de vandalismo será investigado pela Polícia Federal.

Barra de ferro foi encontrada em cima de uma urna depredada em Sorocaba — Foto: Arquivo pessoalObjetos deixados para uso dos mesários foram revirados em escola estadual de Sorocaba — Foto: Arquivo pessoal
Leitor biométrico foi destruído em seção de Sorocaba — Foto: Arquivo pessoal
Polícia Militar foi acionada após vandalismo em escola estadual de Sorocaba — Foto: Eduardo Rodrigues/TV TEM

Fiação elétrica cortada

Outro caso de vandalismo em um local de votação foi registrado em Sorocaba. A fiação elétrica da Escola Estadual Flávio Gagliardi, no Jardim Saira, foi cortada durante a madrugada.

A ação não prejudicou a votação, pois as urnas eletrônicas possuem uma bateria interna com autonomia de oito horas.

De acordo com o chefe de cartório João Lima, todas as oito urnas receberam uma bateria extra por precaução. Ao todo, 2.816 eleitores estão aptos a votar na escola.

Fiação elétrica foi cortada de local de votação em Sorocaba — Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: