Funcionários da Comgás fazem paralisação nesta sexta-feira

A Sindigasista anunciou que os trabalhadores da Comgás farão paralisação de duas a quatro horas em todos os locais de trabalho nesta sexta-feira (27).

Sindigasista anunciou que os trabalhadores da Comgás farão paralisação de duas a quatro horas em todos os locais de trabalho nesta sexta-feira (27).

A categoria reivindica a prorrogação por mais um ano do Acordo Coletivo de Trabalho e a reposição das perdas inflacionárias pelo ICV-Dieese (2,5%), mais 2% de aumento real.

Caso o ato de sexta não surta efeito, haverá uma nova paralisação no dia 4 de janeiro. Há ainda a possibilidade de uma greve por tempo indeterminada a partir do dia 11, de acordo com o calendário divulgado no site do Sindicato dos Trabalhadores da Produção, Transporte, Instalação e Distribuição de Gás Canalizado do Estado de São Paulo.

As negociações entre a empresa e o sindicato começaram em junho.

Segundo o sindicato, foi feito um pedido de mediação ao Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, porém a Comgás teria dispensado.

A empresa ofereceu um reajuste de 1,8% para salários e benefícios e um abono de R$ 500.

A Comgás afirma que oferece aos funcionários pagamento de participação nos lucros e resultados de acordo com os critérios de meritocracia estipulados pela empresa.

Para a Sindigasista, “o posicionamento da Comgás é desrespeitoso com os trabalhadores gasistas e consequentemente com os consumidores, ao sucatear as condições de trabalho”.

Conforme estabelecido por lei, os atendimentos de emergência serão mantidos.

“Qualquer caso de vazamento de gás será atendido com a rapidez necessária”, apontou o sindicato em nota.

A Comgás também afirma que “assegura aos clientes a continuidade das atividades de atendimento e de serviços presenciais de manutenção e reparo de rede, além do atendimento de emergência”. Com informações da Folhapress.

%d blogueiros gostam disto: