Lula rejeita transferência para presídio onde estão Cunha e Vaccari

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria sido aconselhado por aliados a pedir transferência para o Complexo Médico-Penal de Pinhais para se afastar do isolamento da sala especial em que está detido na sede da Polícia Federal em Curitiba.

No entanto, de acordo com reportagem publicada neste domingo (3) pelo jornal Folha de S. Paulo, o petista rejeita a ideia para evitar transmitir uma imagem de resignação perante sua condenação na Justiça.

A mudança foi sugerida porque o ex-presidente estaria com o humor abalado pela falta de convívio com outras pessoas na prisão. Na superientendência da PF, Lula convive apenas com os policiais que fazem sua escolta e com os visitantes semanais, além de advogados. Já em Pinhais, estão presos alguns dos principais nomes da Operação Lava Jato, com o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Lula também rejeita receber comida de fora do presídio, seguindo a mesma dieta dos outros detentos. Quando não está recebendo visitas, ele costuma escrever cartas, que são enviadas posteriormente aos destinatários por meio de seus advogados.

Um comentário em “Lula rejeita transferência para presídio onde estão Cunha e Vaccari

Deixe uma resposta