Magno Malta deixa mágoa de lado e decide ir à posse de Bolsonaro

Derrotado nas últimas eleições, quando se dedicou à campanha do então candidato à Presidência Jair Bolsonaro ao invés de trabalhar em sua reeleição ao Senado, Magno Malta foi surpreendido pelo capitão reformado e acabou ficando fora do novo governo.

Ele tinha a expectativa de assumir algum ministério, mas não foi indicado para nenhuma pasta, o que o deixou magoado com novo presidente. Mas agora, dois meses depois do pleito, Malta decidiu deixar o recente passado para trás e confirmou presença na posse de Bolsonaro, que acontecerá no próximo dia 1º de janeiro em Brasília. A informação foi publicada pelo colunista Ancelmo Gois, de “O Globo”.

%d blogueiros gostam disto: