Menina de 13 anos morta a facadas tinha medo do pai deixar a cadeia

Menina de 13 anos morta a facadas tinha medo do pai deixar a cadeia

Uma amiga próxima de Letícia Tanzi, de 13 anos, que foi morta a facadas em São Roque (SP) na quarta-feira (3), disse que a adolescente tinha medo que o pai saísse da cadeia. Horácio Nazareno Lucas é o principal suspeito da sua morte, e está foragido.

De acordo com o G1, Letícia nunca havia comentado para familiares que seu pai a abusava sexualmente. Foi após o suspeito ter sido preso pelo estupro contra uma cunhada, ocorrido em 2010, que ela tomou coragem e revelou à família que também foi vítima de Horácio.

Em entrevista ao G1, a amiga de Letícia disse que ela ficou aliviada por ter feito a revelação. “Ela ficou mais feliz [após a prisão do pai], foi um alívio para ela. Ela contou que tinha medo do Horácio sair da cadeia e fazer alguma coisa com ela”, lembra.

Uma tia de Letícia disse que tinha “um pé atrás” com o cunhado. “Ele tinha ciúmes excessivos dela. Queria se mostrar um homem presente e bonzinho, mas não era nada disso”, revelou.

Após o relato da filha, a família registrou um boletim de ocorrência contra o pai. Horas depois de sair da prisão, o homem foi para casa, arrombou a porta e tentou convencer a menina de tirar a denúncia. Horácio ficou revoltado quando a menina se negou a voltar atrás.

O homem agrediu a mulher, que conseguiu fugir para pedir ajuda. Ele trancou o filho no quarto e esfaqueou a filha até a morte.

Deixe uma resposta