Menino que morreu no Metrô de SP saiu correndo sozinho do vagão

O menino que morreu no túnel do Metrô de São Paulo, no domingo (23), estava com a família a caminho de Santos, no litoral paulista, onde passaria o dia na praia. Na estação Santa Cruz, da Linha 1-Azul, ele desceu do colo da mãe e saiu correndo do vagão. Luan Silva Oliveira, de 3 anos, teve a morte confirmada ao chegar no hospital.

O garoto estava acompanhado da mãe, a dona de casa Lineia Oliveira Silva, de 25 anos, do sogro dela, de uma irmã e do padrasto, segundo a ‘Folha de S. Paulo’.

Lineia relembra o momento em que o menino saiu do trem: “Ele passou na porta, que já tinha apitado. Como ele era pequenininho, só deu tempo dele passar. Quando ele passou, eu desesperei. Comecei a bater, gritar. Todo mundo ficou gritando: ‘para o Metrô’, mas não conseguiram parar”, contou ao ‘G1’.

A família desceu do trem na estação seguinte, a Praça da Árvore, e pediu ajuda aos seguranças. Eles pegaram o metrô de volta para a estação Santa Cruz e voltaram a procurar Luan.

Notícias ao Minuto

Reprodução/TV Globo

“Eu avistei um trem parado e o pessoal indo com uma maca. Foi aí que eu me desabei. Subi para falar com ela [Lineia, mãe do menino]: ‘eles encontraram o Luan, mas não encontraram ele bem'”, disse o padrasto, Edmilson.

Luan estava a 200 metros da estação, dentro de um túnel. Ele tinha ferimentos na cabeça e chegou a ser levado para o Hospital São Paulo, onde foi constatada a morte do menino. O caso aconteceu no último domingo (23), mas só foi divulgado nessa quinta-feira (27).

“Eu estou muito abalada. Queria ele de volta, mas eu tenho que entender que Deus quis assim. Cada um de nós tem uma missão aqui na terra e ele era só um anjinho. Ele veio para me dar força e eu tenho que ter força agora, né?”, lamentou a mãe.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: