Preso por integrar milícia no RJ é filiado ao Estado Islâmico

O integrante de uma milícia que atua na Zona Oeste do Rio e na Baixada Fluminense Diego Caldeira de Andrada Chaar, preso por policiais civis em maio deste ano, na Rodovia Rio-Santos, é filiado ao Estado Islâmico (EI). A descoberta foi feita enquanto Chaar estava nos Estados Unidos e foi deportados do país.

Segundo informações do Extra, o acusado, conhecido como Alcaida, foi detido por receptação e porte ilegal de arma. A suspeita da corporação é que ele seja o responsável por fazer cobranças a comerciantes nas localidades Engenho, Coroa Grande, Vila Margarida, Reta, Ari Parreira e Tobogã, em Itaguaí, na Baixada.

Ainda consta na lista de crimes de Alcaida um trabalho como segurança do grupo paramilitar em ações contra traficantes de drogas. Diego é um dos alvos da Operação Freedom (liberdade, em português) da Polícia Civil deflagrada na manhã desta quinta-feira (2) para prender integrantes da milícia de Wellington Silva Braga, o Ecko.

Deixe uma resposta