Regime sírio sela cessar-fogo com rebeldes no sul

Regime sírio sela cessar-fogo com rebeldes no sul

O regime sírio chegou a um acordo de cessar-fogo nesta sexta-feira (7) com os rebeldes em Deraa, no sul do país, após uma ofensiva de duas semanas das tropas do ditador Bashar al-Assad e da Rússia. Moscou supervisionou as negociações que buscavam uma rendição dos rebeldes e a entrega das armas usadas por eles na região, conhecida como o berço da revolta de 2011, que deu origem à guerra civil.

Além da trégua nos combates, a ditadura controlará todos os postos de observação na fronteira com a Jordânia. Por outro lado, os rebeldes contrários ao acordo poderão deixar a região rumo à província de Idlib, no noroeste sírio.

O pacto foi selado horas depois de o Exército se apoderar do posto de fronteira de Nasib, por onde passa a maioria do comércio da Síria com a Jordânia. A instalação foi retomada pelos militares sem a necessidade de combate.

Dois dias atrás, o regime havia retomado os bombardeios em Deraa depois do fracasso nas primeiras negociações com seus adversários. Agora Damasco controla dois terços desta região, contra 30% antes da ofensiva militar.

Também é a primeira vez desde 2015 que as forças de Assad controlam a fronteira com a Jordânia na província. A previsão é que cerca de 6.000 pessoas abandonarão Deraa e irão a Idlib. Com informações da Folhapress.

Deixe uma resposta