Ricardo Oliveira reclama de Edu Dracena, que rebate: “A gente já conhece, é otário”

O final do duelo entre Palmeiras e Atlético-MG, na tarde deste domingo, foi marcado por confusão. O time paulista, que jogava em casa, marcou o último gol da vitória por 3 a 2 já nos acréscimos, depois de uma falta questionada pela equipe mineira, especialmente por Ricardo Oliveira.

– Fez o gol e começou a chutar a bola para fora, praticar o anti-jogo. Falei para ele (Edu Dracena) chutar mais uma – disse o atacante, que negou ter feito falta no palmeirense no lance que originou o gol decisivo, marcado por Bruno Henrique.

– Que critério é esse que os árbitros usam? A gente é puxado, não consegue jogar, e ele (árbitro) não apita falta. A gente protege, os caras caem. O Edu Dracena caiu sozinho. Eu protejo, ele bate e cai. Asseguro para você que não foi falta. Que critério é esse? É sempre aqui, né?

Questionado sobre os entreveros em campo e também sobre a declaração do atleticano, Edu Dracena rebateu:

– Ele gosta de fazer polêmica, fala demais. O Ricardo, quando vem jogar contra o Palmeiras, gosta de fazer gracinha. Ele já tem idade, essas picuinhas não valem nada, principalmente para nós, jogadores profissionais – comentou o palmeirense, advertido com cartão amarelo depois de chutar para longe uma bola.

– Peguei a bola e chutei para cima, já tinha acabado o jogo. O Ricardo fala demais, é um cara que a gente conhece já. É otário.

Deixe uma resposta