Saraiva entra com pedido de recuperação judicial

A Saraiva, maior rede de livrarias do país, pediu recuperação judicial nesta sexta (23), após não entrar em acordo com fornecedores para renegociar suas dívidas. A empresa tem débitos de R$ 675 milhões.

Fundada há 104 anos, a Saraiva tem 84 lojas em 17 estados do país e uma relevante operação de comércio eletrônico. No final de outubro, a rede anunciou o fechamento de 20 unidades, em meio à crise das livrarias.

O pedido da Saraiva chega após a Livraria Cultura também ter entrado em recuperação judicial, em 24 de outubro. A atitude da Cultura foi tomada após dois anos de atrasos sucessivos de pagamentos a editores. Com informações da Folhapress.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: