Secretário de Transportes de Osasco é morto em ataque a tiros

O secretário de Transportes e Mobilidade Urbana de Osasco (Grande São Paulo) foi morto em um ataque a tiros na madrugada desta quinta-feira (20).

Osvaldo Vergínio, 55, foi atingido por ao menos seis tiros, não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser socorrido. Ele estava acompanhado da mulher e de seu motorista.

Segundo a Polícia Civil, o carro de Vergínio foi atacado na rua Heitor dos Prazeres, por volta da 1h desta quinta. Testemunhas que presenciaram o assassinato disseram aos policiais civis que um carro parou ao lado do veículo do secretário que estava estacionado na rua.

Um dos suspeitos desceu do veículo, um saveiro branco, e atirou contra o secretário que, também armado, teria reagido ao ataque. Os suspeitos fugiram do local do crime e ainda não foram localizados pela polícia.

Por meio de nota, a secretaria de Segurança Pública da gestão Márcio França (PSB) informou que “prossegue com as investigações e realiza diligências para localizar e prender os autores do crime.”

CARREIRA POLÍTICA

Vergínio era formado em direito e, antes de ingressar na política, atuou como policial militar. Em 2010, disputou a eleição para o cargo de deputado estadual por São Paulo e foi eleito com 64.242 votos.

Em 2016, concorreu à prefeitura de Osasco, mas não obteve votação expressiva. No início deste ano, Vergínio assumiu a gestão da pasta dos Transportes da cidade de Osasco.

Vergínio deixa a mulher, a ex-vereadora de Osasco, Andrea Cristina Capriotti Maier, e o filho Kaique. Com informações da Folhapress.

%d blogueiros gostam disto: