Servidora pública morre após ser espancada pelo ex-companheiro na Bahia

A servidora pública municipal Marina Cerqueira Conceição, 35 anos, moradora de Governador Mangabeira, no Recôncavo Baiano, morreu na noite de terça-feira (8) após ser espancada a pauladas pelo ex-companheiro. Ela estava internada na UTI do Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus.

De acordo com investigação da delegacia local, Marina sofreu as agressões na noite do dia 25 de abril, após ser vítima de uma emboscada planejada pelo ex-companheiro, identificado pela polícia como Adailton Cardoso da Silva, 46. Ela havia saído do seu local de trabalho, o Centro Educacional Professor Agnaldo Viana Pereira, quando foi abordada pelo agressor.

Com uma moto, o homem derrubou Marina, que também guiava outra motocicleta. Com a mulher no chão, Adailton desferiu golpes na vítima com um pedaço de pau. Ele fugiu após o crime. Primeiramente, a vítima foi encaminhada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até uma unidade de saúde local, porém, por causa da gravidade do quadro de Marina, ela foi transferida para Santo Antônio de Jesus, onde não resistiu aos ferimentos e morreu 13 dias após as agressões.

Adailton procurou a delegacia apenas na manhã dessa terça, acompanhado de um advogado – ele foi ouvido e liberado. Segundo o delegado titular da unidade policial onde o crime foi registrado, Luiz Castro, o suspeito alegou que sofre de problemas psquiátricos e que, por isso, não teria como ser responsabilizado pelo ocorrido. Apesar da alegação, ele trabalhava normalmente como motorista de transporte escolar da prefeitura. O delegado vai pedir a prisão preventiva do suspeito, pelo crime de feminicídio.

“Familiares contaram em depoimento que ela já tinha sofrido agressões dele, mas nunca tinha registrado queixa. É importante que as pessoas denunciem esses tipos de casos”, explicou o delegado ao CORREIO.

Por meio de nota, a Prefeitura de Governador Mangabeira lamentou o ocorrido. Confira abaixo a nota na íntegra:

É com muita tristeza e pesar que o município de Governador Mangabeira recebe a notícia do falecimento da servidora Marina Cerqueira, que, durante muitos anos, foi lotada no Centro Médico Municipal e atualmente estava trabalhando no Colégio CEPAVP, em Quixabeira. Marina, que também ocupava a função de presidente da Associação de Moradores de Meio de Campo, foi uma pessoa muito querida em todo o município.
A Prefeitura Municipal de Governador Mangabeira, consternada com o triste fato, decretou imediatamente Luto Oficial durante todo o dia 9 de maio, determinando o fechamento de todas as unidades públicas em respeito e solidariedade à família e como demonstração da profunda dor pela perda irreparável de uma grande amiga e servidora pública municipal.

Veja onde buscar ajuda em casos de violência doméstica na capital:
Cedap (Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa) – Atendimento médico, odontológico, farmacêutico e psicossocial a pessoas vivendo com HIV/AIDS. Endereço: Rua Comendador José Alves Ferreira, nº240 – Fazenda Garcia. Telefone: 3116-8888.

Cedeca (Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan) – Oferece atendimento jurídico e psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência. Endereço: Rua Gregório de Matos, nº 51, 2º andar – Pelourinho. Telefone: 3321-1543/5196.

Cras (Centro de Referência de Assistência Social) – Atende famílias em situação de vulnerabilidade social. Telefone: 3115-9917 (Coordenação estadual) e 3202-2300 (Coordenação municipal)

Creas (Centro de Referência Especializada de Assistência Social) – Atende pessoas em situação de violência ou de violação de direitos. Telefone: 3115-1568 (Coordenação Estadual) e 3176-4754 (Coordenação Municipal)

Creasi (Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso) – Oferece atendimento psicoterapêutico e de reabilitação a idosos. Endereço: Avenida ACM, s/n, Centro de Atenção à Saúde (Cas), Edifício Professor Doutor José Maria de Magalhães Neto – Iguatemi. Telefone: 3270-5730/5750.

CRLV (Centro de Referência Loreta Valadares) – Promove atenção à mulher em situação de violenta, com atendimento jurídico, psicológico e social. Endereço: Praça Almirante Coelho Neto, nº1 – Barris, em frente a Delegacia do Idoso. Telefone: 3235-4268.

Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) – Em Salvador, são duas: uma em Brotas, outra em Periperi. São delegacias que recebem denúncias de violência contra a mulher, a partir da Lei Marinha da Penha.

Deam Brotas – Rua Padre José Filgueiras, s/n – Engenho Velho de Brotas. Telefone: 3116-7000.

Deam Periperi – Rua Doutor José de Almeida, Praça do Sol, s/n – Periperi. Telefone: 3117-8217.

Deati (Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso) – Responsável por apurar denúncias de violência contra pessoas idosas. Endereço: Rua do Salete, nº 19 – Barris. Telefone: 3117-6080.

Derca (Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente) Endereço: Rua Agripino Dórea, nº26 – Pitangueiras de Brotas. Telefone: 3116-2153.

Delegacias Territoriais – São as delegacias de cada Área Integrada de Segurança Pública. Segundo a Polícia Civil, os estupros que não são cometidos em contextos domésticos devem ser registrados nessas unidades. Em Salvador, existem 16 (http://www.policiacivil.ba.gov.br/capital.html).

Disque Denúncia – Serviços de denúncia que funcionam 24 horas por dia. No caso de crianças e adolescentes, o Departamento de Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos oferece o Disque 100. Já as mulheres são atendidas pelo Disque 180, da Secretaria de Políticas Para Mulheres da Presidência da República. Fundação Cidade Mãe – Órgão municipal, presta assistência a crianças em situação de risco. Endereço: Rua Prof. Aloísio de Carvalho – Engenho Velho de Brotas.

Gedem (Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher do Ministério Público do Estado da Bahia) – Atua na proteção e na defesa dos direitos das mulheres em situação de violência doméstica, familiar e de gênero. Endereço: Avenida Joana Angélica, nº 1312, sala 309 – Nazaré. Telefone: 3103-6407/6406/6424.

Iperba (Instituto de Perinatologia da Bahia) – Maternidade localizada em Salvador que é referência no serviço de aborto legal no estado. Endereço: Rua Teixeira Barros, nº 72 – Brotas. Telefone: 3116-5215/5216.

Nudem (Núcleo Especializado na Defesa das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar da Defensoria Pública do Estado) – Atendimento especializado para orientação jurídica, interposição e acompanhamento de medidas de proteção à mulher. Endereço: Rua Pedro Lessa, nº123 – Canela. Telefone: 3117-6935.

Secretaria Estadual de Políticas Para Mulheres Endereço: Alameda dos Eucaliptos, nº 137 – Caminho das Árvores. Telefone: 3117-2815/2816.

SPM (Superintendência Especial de Políticas para as Mulheres de Salvador) – Endereço: Avenida Sete de Setembro, Edifício Adolpho Basbaum, nº 202, 4º andar, Ladeira de São Bento. Telefone: 2108-7300.

Serviço Viver – Serviço de atenção a pessoas em situação de violência sexual. Oferece atendimento social, médico, psicológico e acompanhamento jurídico às vítimas de violência sexual e às famílias. Endereço: Avenida Centenário, s/n, térreo do prédio do Instituto Médico Legal (IML) Telefone: 3117-6700.

1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar – Unidade judiciária especializada no julgamento dos processos envolvendo situações de violência doméstica e familiar contra a mulher, de acordo com a Lei Maria da Penha. Endereço: Rua Conselheiro Spínola, nº 77 – Barris. Telefone: 3328-1195/3329-5038.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *