Sete alternativas ao mouse que já estão disponíveis para comprar

O mouse é um dos acessórios mais conhecidos e usados em um computador. Lançado na década de 60 pelo engenheiro eletricista Douglas Engelbart, o clássico periférico revolucionou a indústria de informática na época, uma vez que permitia a interação do usuário com a máquina. O dispositivo passou por algumas mudanças no decorrer do tempo até chegar ao design conhecido nos dias de hoje.

Embora o mouse convencional ainda seja funcional e amplamente utilizado, existem alguns dispositivos alternativos que prometem formas de interação com o computador completamente novas e também mais precisas. A seguir, confira sete aparelhos diferentes que podem substituir o tradicional mouse.

1. Trackball

Embora tenha sido lançado antes do mouse convencional, o Trackball continua sendo uma alternativa interessante ao clássico dispositivo. O diferencial está no fato de não precisar movimentar o aparelho sobre uma superfície para controlar o cursor do sistema. Em vez disso, o usuário mantém o dispositivo fixo na mesa e utiliza o polegar ou outro dedo, dependendo do modelo, para mover uma bola, que a cada giro desloca o ponteiro do mouse.

Logitech MX ERGO ressuscita a famosa "bolinha" — Foto: Divulgação/Logitech

Logitech MX ERGO ressuscita a famosa “bolinha” — Foto: Divulgação/Logitech

A promessa da tecnologia é proporcionar um conforto muito maior, reduzir a tensão muscular e diminuir a pressão sobre o pulso. No mercado online, é possível encontrar aparelhos do tipo por preços na casa de R$ 200. Vale ressaltar que exitem alguns modelos que conciliam a tecnologia Trackball com o mouse tradicional, como acontece com o Logitech MX ERGO.

2. Mesa digitalizadora

Bastante conhecida entre os profissionais de design, a mesa digitalizadora promete mais precisão e conforto do que o mouse convencional. O dispositivo consiste em uma espécie de tablet que utiliza uma caneta para controlar o ponteiro. Alguns modelos são sensíveis à pressão, permitindo que o usuário, por exemplo, simule um pincel de pintura, fazendo traços mais leves ou mais grossos.

Mesa digitalizadora é uma boa alternativa ao mouse convencional — Foto: Divulgação/Wacom

Mesa digitalizadora é uma boa alternativa ao mouse convencional — Foto: Divulgação/Wacom

Assim como o dispositivo apresentado no tópico acima, a mesa digitalizadora também visa evitar os problemas com LER (Lesão por Esforço Repetitivo) causados pelo uso excessivo do mouse. O preço do aparelho é de, pelo menos, R$ 300 no varejo online.

3. Trackpad

Com funcionamento semelhante ao do touchpad, mouse de notebooks, o trackpad permite controlar o ponteiro do mouse apenas deslizando o dedo sobre a superfície do dispositivo. Alguns modelos são bastante sensíveis e conseguem interpretar a entrada de vários dedos, permitindo realizar gestos, como de deslizamento, selecionar, zoom, alternar entre janelas e outros.

O exemplo mais conhecido desse tipo de aparelho é o Magic Trackpad, da Apple. Custando em média R$ 899, o modelo apresenta design elegante e fino, além de superfície de vidro. O produto ainda conta com sensores de força para detectar cliques em qualquer lugar e até as diferenças mais sutis na pressão aplicada.

4. Mouse de projeção

Sucesso no Kickstarter e também no Indiegogo, o ODiN é um projetor a laser capaz de criar um mouse virtual em qualquer superfície plana. Ele consegue fazer tudo que um touchpad comum faz, como rolagem de páginas, cliques, zoom, pinça entre outras funções. O dispositivo ainda possui um triângulo no meio que funciona como botão personalizável.

ODiN projeta mouse virtual em qualquer superfície via raio laser — Foto: Divulgação/Serafim

ODiN projeta mouse virtual em qualquer superfície via raio laser — Foto: Divulgação/Serafim

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: