Tite acaba com rodízio e escolhe Neymar como capitão da seleção

O técnico Tite decidiu acabar com o rodízio de capitães e escolheu o atacante Neymar para portar a faixa nos jogos da seleção. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (6), um dia antes do amistoso contra os Estados Unidos, em Nova Jersey.

O gesto do técnico é um aceno à estrela do time, muito criticado após a eliminação na Coa do Mundo da Rússia. É uma forma também de demonstrar a confiança que o treinador tem no jogador.

“Para mim, é um grande prazer e uma grande honra ser nomeado capitão. Vou fazer tudo para exercer essa função como deve ser”, afirmou Neymar, que estreou pela seleção no MetLife, em 2010, em jogo contra a seleção americana.

O atacante falou ainda da pressão sofrida nos últimos anos e disse estar preparado para as críticas.”Dificilmente alguém vai passar por algo que passei, por todos esses anos, o momento de pressão. Fui alvo de críticas e coisas ruins, e não me senti bem naquele momento para falar. Quando eu não estou bem para falar, prefiro ficar calado.”

Ele afirmou que prefere dar a resposta aos críticos em campo. “Não importa se eu sou o capitão. Eu resolvi aceitar novamente porque aprendi muitas coisas e vou aprender muito mais, e essa responsabilidade vai fazer bem para mim”, ressaltou.

O time que enfrenta os EUA nesta sexta-feira (7), às 21h05 (Globo e SporTV), deve iniciar com Alisson no gol, Thiago Silva e Marquinhos na zaga, Fabinho na lateral direita, Filipe Luís na esquerda, Casemiro, Fred e Philippe Coutinho no meio de campo e Douglas Costa, Neymar e Roberto Firmino no ataque.

Fabinho é o único deles que não esteve na Copa. Ele substituiu o lateral direito Fagner (Corinthians), cortado após sofrer uma lesão. Marquinhos aparece no lugar do zagueiro Miranda. O defensor do PSG foi titular em todos os jogos das eliminatórias, mas perdeu a posição para Thiago Silva no Mundial.

No meio campo, Fred substitui Paulinho. Firmino ganhou a vaga que era de Gabriel Jesus, que foi bastante contestado na Copa e não foi convocado por Tite para os amistosos nos EUA.

No ataque, Douglas Costa substitui Willian como titular. O atacante começou a ser cogitado para o time principal depois do jogo contra a Costa Rica pelo Mundial, mas ficou de fora por uma lesão muscular.

Voltou só no segundo tempo da fatídica disputa contra a Bélgica, mas foi um dos que tiveram atuação elogiada.

É o primeiro jogo do Brasil desde a derrota para a Bélgica por 2 a 0 pelas quartas-de-final da Copa do Mundo da Rússia. A seleção também enfrenta El Salvador no próximo dia 11, em partida que será realizada em Washington. Com informações da Folhapress.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: