Você sabe se a situação do seu título eleitoral está regular?

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgou que cerca de 3,4 milhões de eleitores, entre 2016 e 2018, não compareceram para fazer a revisão eleitoral e tiveram seus títulos cancelados.

Você pode checar a situação do seu título eleitoral no site do TSE e ver se, por acaso, faz parte desta lista.

A consulta pode ser pelo nome ou pelo número do título eleitoral.

Ao todo, 4,7 milhões foram chamados para regularizar a situação, e apenas 1,3 milhão compareceu, segundo o TSE.

Entre estes 3,4 milhões não há a depuração de quantos eleitores estão mortos, quantos mudaram de domicílio eleitoral e não avisaram, quantos têm título duplicado, quantos não fizeram o cadastramento biomédico.

O PSB havia ajuizado ação para que fosse concedida uma medida cautelar para permitir que eleitores que faltaram ao recadastramento pudessem votar neste ano -se não no primeiro turno, por inviabilidade técnica de incluí-los em tempo hábil nas listas das seções eleitorais, ao menos no segundo turno.

O partido argumentou que o cancelamento dos títulos feria o direito ao voto e penalizava principalmente os eleitores pobres.

Mas o STF (Supremo Tribunal Federal) negou, por 7 votos a 2, o pedido.

Mais da metade (54%) dos cancelamentos foi em estados das regiões Norte e Nordeste do país.

Somente em sete estados do Nordeste (BA, CE, MA, PB, PE, PI e RN), houve 1,5 milhão de cancelamentos. O Nordeste é a região em que, segundo o Datafolha, o candidato Fernando Haddad (PT) tem seu melhor desempenho, com 26% das intenções de voto, e onde Jair Bolsonaro (PSL) tem seu pior resultado (17%).

Neste ano, 147,3 milhões de eleitores estão cadastrados para irem às urnas em outubro. Com informações da Folhapress.

Deixe uma resposta