Argentina perde 400 doses da Sputnik V; autoridade suspeita de sabotagem

Tiveram que ser jogadas fora ontem (4) 400 doses da vacina Sputnik V, utilizadas pela Argentina para imunizar a população contra o coronavírus. O caso aconteceu porque os imunizantes ficaram sem a refrigeração necessária. Autoridades da saúde suspeitam de sabotagem. “Na madrugada desta segunda-feira foi registrada uma sabotagem no Hospital provincial de Oncologia Luciano Fortabat, da cidade de Olavarría, devido à perda da cadeia de frio de 400 doses da vacina Sputnik V por fatos de extrema gravidade”, disse o ministério da Saúde da província de Buenos Aires em comunicado. O diretor da Região Sanitária IX, com jurisdição na cidade, Ramiro Borzi, também diz acreditar que tenha sido uma ação intencional. “Ficou em evidência uma série de fatos irregulares graves: foi cortada a transmissão da câmera de segurança que registra imagens do freezer às 2h50 da madrugada e a conexão não voltou. Também houve movimentos estranhos ao redor do hospital”, declarou. Borzi afirmou que acionou a Justiça para investigar o caso, que não sabe se se trata de “uma sabotagem ou de um boicote”. A campanha de vacinação iniciou na última terça-feira, dia 29 de dezembro, com o imunizante russo Sputnik V, elaborado pelo laboratório Gamaleya. Foto: Reprodução Fonte: Metro1

Compartilhe essa notícia
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta