Briga entre torcedores de Goiás e Vila Nova tem atropelamento e tiros, em Aparecida de Goiânia

Uma briga entre grupos com camisetas dos times Vila Nova e Goiás Esporte Clube teve tiros, arremessos de pedras e paus e até um atropelamento no setor Caraíbas em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Quatro pessoas ficaram feridas: duas foram baleadas, uma foi atropelada e outra foi atingida pelos objetos atirados.

Imagens de câmeras de monitoramento e feitas pelos próprios envolvidos mostram as agressões que aconteceram antes do clássico entre os times, no domingo (1º) (assista acima).

As gravações mostram quando o grupo de torcedores do Goiás encontra uma casa em que torcedores do Vila Nova estavam se concentrando antes do jogo – que já ocorreria em torcida única de colorados justamente para evitar brigas.

O grupo do lado de fora consegue arrancar o portão do imóvel e atiram pedras, pedaços de madeira e garrafas de vidro.

Uma gravação mostra quando um carro branco atropela um torcedor que estava na rua. O homem é jogado para o lado, mas consegue se levantar e correr para a calçada.

A Polícia Militar informou que, pouco depois, um carro vermelho passou pelo local atirando e deixou duas pessoas baleadas. Outro torcedor teria ficado ferido por ser atingido por pedaços de vidro e pedras.

O tenente Cridiney Teixeira, da Polícia Militar, disse que todos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados ao Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa).

Segundo o policial, três receberam alta médica, mas um, que foi baleado na barriga, seguia internado até a manhã desta segunda-feira (2).

“Os torcedores do Vila Nova estavam reunidos, quando os torcedores do Goiás começaram uma briga. Um dos [esmeraldinos] estava em um carro e atropelou um [colorado]. Depois voltaram em outro carro e atiraram contra eles”, explicou.

Durante briga de torcidas, grupo arranca portão de casa — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Durante briga de torcidas, grupo arranca portão de casa — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Prisão

Segundo o tenente, um grupo de dez torcedores com camisetas do Goiás Esporte Clube foram presos momentos depois em outro endereço. De acordo com o policial, o grupo estava comemorando as agressões aos rivais e se preparando para assistir ao clássico desta casa – que teria sido alugada justamente com este fim.

“Foi uma ação planejada. Eles já tinham programado isso e foram para lá para comemorar depois da briga”, completou o tenente.

O PM disse que todos os dez foram presos por se envolveram na agressão. Os carros usados também foram apreendidos, assim como uma arma de fogo. Eles foram ouvidos por um delegado no 4º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia – no entanto, alguns ficaram presos e outros foram liberados.

Briga entre torcidas de Goiás e Vila Nova em Aparecida de Goiânia segundo Polícia Militar — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Briga entre torcidas de Goiás e Vila Nova em Aparecida de Goiânia segundo Polícia Militar — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Deixe uma resposta


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/brasilno/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757