Coronavírus: O que a covid-19 faz com o seu corpo

Com cerca de 150 mil infectados e mais de 5 mil mortos, o coronavírus se espalhou para mais de 110 países do mundo.

Embora ainda existam muitas dúvidas sobre esse novo vírus que apareceu pela primeira vez na província central de Hubei na China, no final de 2019, estima-se que o contágio ocorra quando inalamos pequenas gotas expelidas pela tosse ou espirro de um vírus de pessoa infectada.

Também conhecemos seus sintomas: cansaço, febre e tosse seca são os principais, mas também alguns pacientes podem apresentar dores musculares, congestão nasal, dor de garganta e diarreia, de acordo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mas o que exatamente o coronavírus faz ao nosso corpo? Como você se infecta? E como nosso corpo se recupera da doença, chamada de covid-19?

“O coronavírus é principalmente um vírus respiratório”, explica William Schaffner, professor de medicina preventiva e doenças infecciosas no Centro Médico da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos.

Por esse motivo, começa infectando a garganta.

Quando o vírus entra no nosso corpo — por meio dos olhos, boca ou nariz — “ele se liga às células da mucosa do fundo do nariz e da garganta”, diz o especialista.

Para se replicar, o coronavírus precisa ‘sequestrar’ uma célula.

Graças às proteínas em forma de lança que se projetam de sua superfície, o coronavírus pode penetrar na membrana dessas células.

“E uma vez dentro da célula, como os outros vírus, ele começa a dar ordem para produzir mais vírus”.

É assim que o vírus deve se replicar, pois, sendo um agente infeccioso microscópico acelular, só pode se multiplicar dentro das células de outros organismos.

Quando as cópias estão prontas, elas deixam a célula onde se originaram, a destroem e começam a infectar outras células.

Cada vírus pode criar entre 10 mil e 100 mil cópias.

“Quando isso ocorre, o corpo percebe que o vírus está lá e produz uma resposta inflamatória para tentar combatê-lo”, explica Schaffner.

“É por isso que começamos a sentir um pouco de dor de garganta e podemos ter um nariz entupido”.

Percurso

“O vírus então entra nos tubos brônquicos (as vias aéreas que vão para os pulmões) e ali produz inflamação na mucosa desses tubos”.

“Isso causa irritação e, portanto, começamos a tossir” , diz Schaffner.

Quando isso ocorre, “a resposta inflamatória aumenta porque o corpo está combatendo o vírus e, consequentemente, a febre aparece”.

Nesse ponto, começamos a nos sentir mal e a perder o apetite.

De acordo com uma análise da OMS baseada no estudo de 56 mil pacientes, 80% dos infectados desenvolvem sintomas leves (febre, tosse e, em alguns casos, pneumonia), 14% sintomas severos (dificuldade em respirar e falta de ar) e 6% doença grave (insuficiência pulmonar, choque séptico, falência de órgãos e risco de morte).

Deixe uma resposta


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/brasilno/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757