Ex-jogador de futebol do BAVI tem 15 dias para pagar dívida milionária em pensão alimentícia

Ex-jogador de futebol com passagens pelo Bahia, Vitória, Flamengo e times da Europa, o meia Zé Roberto está sendo acusado de não pagar a pensão alimentícia da filha há quase dez anos. A dívida ultrapassaria R$ 1,2 milhão. A Justiça deu ao ex-esportista 15 dias para quitar o valor e, de acordo com o Balanço Geral, pode ser preso se não cumprir a determinação. Paloma Malvar, ex-companheira de Zé Roberto, contou à RecordTV Itapoan nesta quarta-feira (21) que a filha deles, que hoje tem 15 anos, sofre com a falta de contato com o pai, que teria sumido de repente após a Justiça determinar o pagamento de uma pensão mensal de cinco salários mínimos. Empresário de jogadores e administrando terrenos na Linha Verde, o ex-atleta teria se recusado a pagar o valor determinado judicialmente, o que gerou a dívida milionária. A mãe da menina, que perdeu o emprego de administradora de empresas e tem se virado como cuidadora de idosos, precisou colocar a garota em escola pública e deixá-la sem plano de saúde. Paloma só estaria conseguindo dar moradia e alimento para a filha e teme que ela não tenha a “Educação necessária para entrar na vida adulta”. “A minha filha participava da vida do pai, mas ele se afastou quando ela tinha uns 7 anos e não falou nada. Hoje ela já vai fazer 16 anos. Até hoje não entendemos por que esse afastamento. Eu fiquei muito tempo calada porque essa situação é muito constrangedora para nós duas, mas não posso deixar minha filha passando tanta necessidade”, relatou Paloma. A menina teria tentado adicionar o pai nas redes sociais, mas não foi aceita por ele.

Deixe uma resposta