Lei Seca: operação já autuou 19 motoristas dirigindo sob efeito de álcool no carnaval do AP

A operação Lei Seca no carnaval 2020 do Amapá fechou o 4º dia de fiscalizações com 19 motoristas flagrados dirigindo sob efeito de álcool na corrente sanguínea. As autuações são resultado de 1.098 testes do etilômetro feitos desde quinta-feira (20). A fiscalização segue até terça-feira (25), nas principais vias e rodovias estaduais.

As informações parciais foram divulgadas pela coordenação da Lei Seca no estado. Em comparação com o ano passado, os dados mostram uma redução percentual no número de condutores flagrados alcoolizados.

No universo de 436 abordagens, 20 motoristas foram flagrados no teste do etilômetro, o que representa 4,5% do total. Fazendo esse cálculo com os números deste ano, até o momento, o índice de condutores flagrados cai para 1,7%.

Nenhum dos motoristas flagrados este ano apresentou mais de 0,34 miligramas de álcool por litro de sangue, o que é considerado crime e acarreta apresentação na delegacia. Em vez disso, eles foram autuados com uma infração administrativa.

Para o coordenador estadual da Lei Seca, major Rondinele Marques, essa redução é um reflexo da conscientização do condutor, e ainda devido à oferta de transportes por aplicativos, uma opção para evitar a direção sob efeito de bebida alcoólica.

A operação continua intensa nesta segunda-feira e na terça-feira, dia que acontece o maior bloco de rua do Amapá, A Banda, e o encerramento do Carnaval de Santana.

“Sem dúvida que para todos os órgãos de segurança são dois eventos que requerem muita atenção, pelo contingente de público que atrai. O planejamento já está pronto há um mês e chegou a hora de por em prática”, afirmou o major.

A operação atuou ainda 27 condutores por outros artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), como direção sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A multa mínima para condutores flagrados dirigindo sob efeito de álcool está em cerca R$ 2,9 mil, com risco de aumento, caso o motorista apresente nível de álcool igual ou acima do estabelecido pelo CTB como sendo crime.

A infração também causa suspensão do direito de dirigir por um ano, recolhimento da CNH e retenção do veículo. Quando tratada como crime, a detenção varia de 3 meses a 3 anos de duração.

Deixe uma resposta


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/brasilno/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757