Mais um corpo é encontrado em área de deslizamento em Santos

A prefeitura de Santos informou, no final da noite desta quinta-feira (5), que equipes de buscas encontraram o corpo de um homem no Morro São Bento, elevando a quatro o número de pessoas mortas em deslizamentos na cidade provocados pelas fortes chuvas do último final de semana.

A vítima era uma das cinco pessoas desaparecidas no local. Seguem buscas por uma mulher e três crianças, na mesma área afetada por deslizamento de terra.

Com mais esse caso de Santos, a tragédia na Baixada Santista registra 29 mortos e 41 desaparecidos.

Entre terça e quarta-feira (4), os bombeiros localizaram duas pessoas no Morro do Tetéu – um homem, de 20 anos, e uma mulher, de 39 -, e um homem, de aproximadamente 40 anos, no Morro do Pacheco.

Também na quinta, o número de desaparecidos subiu em Guarujá de 16 para 37. Segundo a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, as autoridades fizeram o cruzamento das listas de moradores do Morro Barreira do João Guarda do Programa Saúde da Família e da Defesa Civil. Ainda segundo as autoridades, mais de 50 casas foram atingidas pelo deslizamento no bairro, por isso, é possível que esse número de desaparecidos suba ainda mais.

Ainda segundo a Defesa Civil, além dos 37 desaparecidos em Guarujá, há 4 em Santos e 1 em São Vicente.

Veja onde ocorreram as mortes:

  • Guarujá: 23 mortes
  • Santos: 4 mortes
  • São Vicente: 2 mortes

A tempestade causou alagamentos em vias públicas, afetou serviços (transporte, educação, fornecimento de água, energia elétrica e telefonia) e fez rodovias serem bloqueadas.

Em um período de 24h, de acordo com dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), choveu 320 mm em Guarujá, valor muito acima da média de 263 mm prevista para março. Em Santos, choveu 239 mm, perto da média de 257 mm. Já em São Vicente foram registrados 207 mm de chuva, abaixo da média de 257 mm prevista para o mês todo.

Desabrigados

De acordo com a Defesa Civil do Estado, até a manhã desta quinta-feira, havia 151 desabrigados em Guarujá, 3 em São Vicente e 150 em Santos. Eles estão sendo recebidos em abrigos e escolas. Em Peruíbe, são 102 desabrigados, que deixaram temporariamente suas casas e foram recebidos no Centro Comunitário do Caraminguava.

Doações

As cidades da Baixada Santista estão recebendo doações para as famílias que foram prejudicadas pelo forte temporal. Há uma necessidade maior de doações de colchões, travesseiros e roupa de cama para as vítimas do temporal. Também são necessários itens como roupas de banho, alimentos em geral, água e produtos de higiene pessoal.

Há postos de coleta em Santos, São Vicente, Cubatão e Guarujá.

Confira os postos aqui.

Santos

O Fundo Social de Solidariedade de Santos (FSS) informa que, neste momento, há uma necessidade maior de doações de colchões, alimentos em geral, produtos de higiene pessoal e material de limpeza para as vítimas do temporal.

As doações devem ser enviadas para a sede do Fundo Social de Solidariedade, na av. Conselheiro Nébias, 388, no bairro Encruzilhada.

São Vicente

O Fundo Social de Solidariedade de São Vicente está recebendo doações de móveis, alimentos e materiais de higiene e limpeza. O endereço é Rua Benedito Calixto, 205, no Centro da cidade. O horário de atendimento é das 9h às 17h. Telefone de contato: (13) 3467-9118.

A Escola de Esportes Maria dos Remédios (Avenida Getúlio Vargas, nº 1, ao lado da Biquinha) também é um ponto de arrecadação de doações para as vítimas das chuvas. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Além disso, a Subprefeitura da Área Continental, na Avenida Ulisses Guimarães, 211, no bairro Jardim Rio Branco, também recebe doações das 9h às 17h. A maior necessidade é de roupas de cama e banho, materiais de higiene, móveis e eletrodomésticos.

Guarujá

A Prefeitura de Guarujá informa que os interessados podem fazer doações na sede do Fundo Social de Solidariedade Fundo Social de Solidariedade (Rua Cavalheiro Nami Jafet, 549, no Centro) e na escola Dirce Valério (Av. Dom Pedro I, 340 – Jardim Tejereba). A administração pede que, caso exista a possibilidade de ajudar diretamente vítimas ou regiões afetadas, a atitude também é recomendada.

Atualmente, as prioridades são itens de higiene pessoal, fraldas e alimentos não perecíveis. Apesar do destacado, quem quiser ajudar as vítimas pode doar também água potável, roupas de cama, materiais de higiene e ração animal, ressaltando que roupas não são mais necessárias.

Cubatão

O Fundo Social de Cubatão também recebe doações, especialmente de produtos de higiene e limpeza, toalhas, lençóis e cobertores, fraldas, além de roupas e sapatos, principalmente infantis e masculinos. As doações da comunidade podem ser entregues na sede do FSS, situada no Parque Anilinas, com entrada pelo final da Rua Assembleia de Deus, 435, no Centro.

Itanhaém

Apesar de não registrar casos de famílias desabrigadas ou desalojadas, a cidade está de portas abertas para receber doações. Os itens podem ser entregues no Fundo Social de Solidariedade de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 13h às 16h, na rua Cunha Moreira, 61, no Centro.

Além disso, o Centro de Referência da Assistência Social das regiões também recebem doações das 8h às 17h. O Cras Oásis, na rua José Batista Campos, 1572; Cras Suarão, na avenida Cabuçu, 100; Cras América, na rua Las Vegas, 20 e Cras Gaivota, na avenida Flácides Ferreira, 775.

Bertioga

Em Bertioga, o Sebrae Aqui, no Espaço Cidadão Centro, na Avenida Anchieta, 392., está recebendo doações.

A população pode doar roupas, itens de cama, mesa, banho e higiene pessoal. Há também outros pontos de arrecadação na cidade, como a Primeira Igreja Batista em Bertioga, na rua Marivaldo Fernandes, 355, no bairro Rio da Praia e o Ministério Nova História Church, na rua Antônio Rodrigues de Almeida, 352, Centro.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Bertioga também arrecada os itens, na avenida Anchieta, 141, Centro. A Academia Impactus, na av. Dezenove de Maio, 1080, bairro Jardim Albatroz recebe apenas roupas e alimentos não-perecíveis. O estabelecimento Elitte dos Carros também recebe doações, ele fica na av. Dezenove de Maio, 841, Jardim Albatroz.

Mongaguá

Em Mongaguá, o Clube da Melhor Idade, na avenida Marina, 67, Centro e a ETEC Adolpho Berezin, que fica na avenida Monteiro Lobato, 8.000, bairro Jussara, estão recebendo as doações para as famílias necessitadas. Entre os itens mais requisitados, estão cobertores, produtos de higiene pessoal e roupas de cama. Alimentos e móveis também podem ser doados.

Peruíbe

As doações podem ser feitas no Fundo Social de Solidariedade, na av. São João, 664 , Centro, onde ficava o antigo fórum.

Deixe uma resposta


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/brasilno/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757