Oeste vence Botafogo-SP, “entrega” vaga na degola para o rival e ainda dorme no G-2

O Oeste venceu o Botafogo-SP na noite desta sexta-feira, por 3 a 0, na abertura da 10ª rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista, em partida que, para o time de Barueri, pode ser definida como o jogo da redenção. Isso porque, jogando em seus domínios, na Arena Barueri, o Rubrão conseguiu sair da incômoda zona do rebaixamento que frequentou por várias rodadas graças a dois personagens decisivos. Um deles foi o goleiro Caíque França, que começou o campeonato falhando feio e sendo muito criticado, mas que nesta noite salvou o Rubrão com várias defesas importantes no primeiro tempo e depois ainda pegou um pênalti que representaria o empate do Botafogo. O outro personagem é o atacante Bruno Lopes, que reestreou no Oeste na rodada passada dando assistência para o gol da vitória contra o Santo André e nesta sexta fazendo anotando dois dos três gols de seu time. De quebra, o Rubrão ainda assumiu a vice-liderança provisória do Grupo A. Ao Botafogo restou lamentar o caminhão de chances perdidas no primeiro tempo e a derrota que colocou o time na zona da degola faltando só duas rodadas para o fim desta fase.

  • Como fica

    Com a vitória, a terceira no Paulistão e a segunda em sequência, o Oeste foi a 10 pontos e assumiu, provisoriamente, a vice-liderança do Grupo A, empatado com o Água Santa, que ainda joga na rodada. Na classificação geral, o Rubrão deixou a lanterna e foi para a 10ª colocação. Já o Botafogo, que estava em 14º lugar, na beira do zona do rebaixamento, segue com seus oito pontos, mas agora na 15ª colocação, já dentro da degola.

1º tempo

Jogando em Barueri, o Botafogo-SP começou a partida parecendo estar jogando em casa. Primeiro, porque havia mais torcedores do Ribeirão Preto do que do Rubrão na Arena Barueri. E depois porque foi o Pantera que dominou todo o jogo, e só não terminou a primeira etapa em vantagem porque o goleiro Caíque França fez pelo menos três grandes defesas. O Oeste, por sua vez, não incomodou Darley nenhuma vez e saiu no lucro com o empate em 0 a 0.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Oeste entrou em campo com disposição completamente diferente da do primeiro tempo e, logo aos dois minutos, abriu o marcador com aquele que seria um dos nomes de noite, Bruno Lopes, que completou belíssima jogada de Rael. O Pantera poderia ter reagido na partida logo em seguida depois que o árbitro anotou um pênalti duvidoso, segundo a Central do Apito, do SporTV. Porém, o outro grande nome da partida apareceu: o goleiro Caíque França defende a batida de Rafinha e se consagrou. E, como castigo, no minuto seguinte, num rápido contragolpe, o Rubrão fez o segundo e praticamente “matou” o jogo. O golpe de misericórdia, de novo com Bruno Lopes, veio nos acréscimos. Pelo segundo tempo perfeito, vitória merecida do Rubrão: 3 a 0.

 

Deixe uma resposta


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/brasilno/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757