NotíciasÚltimas

Em protesto, guardas municipais de Itabuna ocupam gabinete do prefeito

A ocupação no gabinete da prefeitura iniciou na última quarta-feira (22)

Na última quarta-feira (22), um grupo de guardas municipais de Itabuna iniciou uma ocupação no gabinete do prefeito Augusto Castro (PSD), reivindicando o cumprimento de um acordo referente à implantação do plano de carreira da categoria.

O Metro1 teve acesso a um vídeo que mostra um grupo no local. Em determinado momento, um dos integrantes informa que as luzes do local foram apagadas. “Desligaram as luzes do gabinete, para não termos acesso, mas continuamos acampados aqui”, diz um dos ocupantes.

O que diz a prefeitura?

A prefeitura de Itabuna informou em nota que a Justiça ordenou a saída dos manifestantes da Guarda Civil Municipal, sob pena de aplicação de multa individual no valor de R$ 15 mil para cada manifestante e de R$ 50 mil para o Sindicato dos Guardas Civis do Estado da Bahia.

A prefeitura destacou ainda que a administração municipal está cumprindo a legislação eleitoral que veda “fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição.”

“É importante realçar que no ano passado o Sindicato dos Guardas do Estado da Bahia pediu à gestão municipal a retirada do PCCR do Legislativo para reabrir rodada de negociações, como registrada em ata, pedindo a manutenção apenas do reajuste salarial, por meio da Lei Municipal. Com isso, os GCMs perderam o prazo anterior à vedação eleitoral que inadvertidamente contestam”, diz a nota.

A reportagem procurou o Sindicato dos Guardas do Estado da Bahia para falar sobre o assunto, mas a entidade não se manifestou até a publicação desta matéria.

Foto: Reprodução/Prefeitura de Itabuna
Por: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *