NotíciasÚltimas

PGR afirma ao STF que está perto de concluir investigação sobre tentativa de golpe

Na decisão, Moraes cita a manifestação da PGR sobre a necessidade de manter a prisão do coronel, mencionando a iminente conclusão do inquérito

A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a investigação sobre a tentativa de golpe de Estado e a abolição do Estado Democrático de Direito para manter o ex-presidente Jair Bolsonaro no poder está “em vias de conclusão”. Esta informação foi divulgada na decisão do ministro Alexandre de Moraes, que determinou, em 16 de maio, a soltura do coronel do Exército Marcelo Câmara, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro.

Na decisão, Moraes cita a manifestação da PGR sobre a necessidade de manter a prisão do coronel, mencionando a iminente conclusão do inquérito. A PGR destacou a eficiente atuação da Polícia Federal, que desarticulou o grupo criminoso e reduziu o risco para a ordem pública. A Procuradoria detalhou que todas as medidas cautelares de busca e apreensão foram concluídas, garantindo a preservação de documentos e dispositivos relevantes para a investigação.

Os depoimentos dos principais alvos já foram colhidos, o que, segundo a PGR, diminui a possibilidade de interferências indevidas na investigação penal. Em relação a Marcelo Câmara, a PGR sugere que a ordem pública e a investigação criminal podem ser resguardadas por medidas menos severas que a prisão, propondo medidas cautelares.

Com a decisão de Moraes, Marcelo Câmara foi liberado sob condições: uso de tornozeleira eletrônica, entrega do passaporte e proibição de utilizar redes sociais. Ele estava preso desde 8 de fevereiro, após ser alvo da Operação Tempus Veritatis, que investiga o grupo suspeito de participar da tentativa de golpe.

Foto: Antonio Augusto/Secom/PGR
Por: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *