PolíciaÚltimas

Polícia Civil prende suspeito de afogar jovem com deficiência mental em uma represa, em Goiânia

O crime aconteceu no dia 14 de março deste ano e é investigado pela Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH)

Osvaldo Pereira de Sousa, de 66 anos, foi preso pela Polícia Civil de Goiás, nesta segunda (20/5), suspeito de matar e abandonar às margens de um rio o corpo da jovem Pâmela Carneiro de Araújo, de 19 anos, em Goiânia.

O crime aconteceu no dia 14 de março deste ano. A jovem era uma pessoa com deficiência mental severa. Pâmela foi encontrada às margens de uma represa no Residencial Campos Dourados, em Goiânia, com sinais de violência grave em seu corpo.

Imagens de câmeras de segurança mostram o suspeito abordando a vítima na rua, oferecendo uma flor a jovem, colocando ela na garupa de sua motocicleta e a levando ao local onde foi encontrada morta. Quem está à frente do caso é a Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH).

Na operação, a polícia coletou material genético (DNA) do suspeito para comparar com o material biológico encontrado sob as unhas da vítima. Também foram apreendidas as roupas que o suspeito usava no dia do crime, seu celular, a moto e o capacete.

Foto: Reprodução/ Polícia Civil
Aratu On

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *